sábado, 1 de novembro de 2008

A glória de Deus (nossa motivação na oração)



Qualquer projeto que começamos deve ter um objetivo claro definido se quisermos ser bem-sucedidos. Esse objetivo é o que desejamos. Ele deve ser o que nos motiva em oração. Não importa se todos os detalhes correram exatamente como planejamos, contando que o objetivo dado por Deus seja alcançado. Quando Jesus ensinou os Seus discípulos a orar, o objetivo era bem simples: a glória de Deus. Ela era o objetivo único na vida de oração de Cristo.
Quando Jesus ensinou os Seus discípulos a orar, Ele concluiu ensinando-os a dizer: "Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre. Amém" (Mt. 6:13). O carro chefe de tudo que Ele ensinou foi o reino e poder e a glória de Deus. Quando olhamos ao coração de Jesus, quando Ele fez aquela oração sacerdotal, no capítulo 17 de João, somos surpreendidos no quanto Ele estava concentrado na glória de Deus. Ele usa a palavra "glória" 8 vezes, na forma verbal ou substantiva. Jesus ansiava pela glória de Deus e para que Seus discípulos pudessem conhecê-la.
Eu, geralmente, ouço pessoas fazerem orações nobres, pelos doentes, pelo evangelismo mundial, pela igreja, por avivamento, por proteção. Eu creio que Deus quer que façamos tais orações. Mas, nosso alvo na oração deve ser superior a essas petições. Há somente um objetivo para o qual devemos estar orando: a glória de Deus. Todas as outras orações erram o alvo do chamado soberano de Deus sobre nossas vidas.
Nós, geralmente, oramos por coisas maiores e melhores. Nós oramos por mais pessoas, grandes multidões e finanças melhores. Mas, Deus está ansiando para que busquemos Sua face. Ele está observando a motivação do nosso coração. Quando Samuel estava tentando determinar quem seria o líder de Israel, Deus disse a ele: "Não atendas para a sua aparência, nem para a sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como vê o homem. O homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração" (I Sm. 16:7).
O avivamento acontece quando o clamor de nossos corações é pela glória de Deus. O evangelismo é mais eficaz quando o anseio profundo de nossas vidas é pela glória de Deus. Igrejas crescem quando a única motivação delas é a glória de Deus. Batalhas são vencidas. Vitórias são alcançadas quando buscamos Sua glória sobre todas as coisas.
Deus não vai dividir Sua glória com mais ninguém. Somente Ele é digno de toda a glória, honra e louvor. Não há ninguém como Ele. Quando nossos corações anseiam por uma coisa, e uma coisa somente - a glória de Deus - estamos a ponto de ver Deus fazer coisas extraordinárias. Isto deve se tornar a paixão das nossas orações. Deve ser o regozijo de nossos corações. Ó, a glória de Deus! Como nosso corações devem ser consumidos com o desejo de ver Sua glória! Nós, então, vamos entender o que significa orar com o coração de Deus.